Empréstimo com garantia de imovel rural

Empréstimo com garantia de imóvel terreno rural

O empréstimo com garantia de imóvel rural é uma ótima saída para quem precisa de dinheiro. Seja para comprar uma nova propriedade, investir nos negócios ou gastar o dinheiro em outras necessidades. Para te ajudar, a nós disponibilizamos esse tipo de empréstimo e vários outros.

Se você quer colocar seu imóvel rural como garantia para fazer um empréstimo, está no lugar certo. A seguir, vamos entender todos os detalhes desse procedimento. Mas, se prefere economizar tempo, entre em contato conosco! Simule agora seu empréstimo clicando no botão abaixo.

Vantagens do empréstimo com garantia de imóvel rural

Aqueles que precisam de auxílio financeiro devem sempre considerar as melhores opções na hora de fazer um empréstimo.  Dentre as comparações está conhecer os pontos positivos. Assim, as vantagens desse modelo que usa imóvel rural como garantia são diversas.

Solicitação

Todo cliente tem uma proposta personalizada. Simule e descubra uma prévia da sua taxa.

Análise

Conte um pouco sobre você pra gente, que nós agilizamos a sua análise de crédito.

Liberação

Quando tudo estiver certinho, é só receber o dinheiro na sua conta.

O que é empréstimo com garantia de imóvel rural?

O empréstimo já é um serviço bancário muito conhecido pela população. Ele funciona de modo muito simples. Primeiro o interessado solicita a opção e então o banco oferece uma quantia disponível. Depois de um determinado tempo, o cliente deve pagar o valor emprestado com o acréscimo de juros.

Contudo, quem já tentou conseguir dinheiro dessa maneira sabe que, às vezes, não é possível solicitar números muito altos. Isso acontece pois os bancos precisam de uma garantia de que a dívida será sanada. Uma saída é a utilização de imóveis urbanos ou rurais. 

Essa opção também funciona de maneira simplificada. Basicamente o interessado oferece ao banco seu imóvel como seguro de que pagará o empréstimo. Uma vez feito isso, a propriedade passa a ser da empresa até que o contrato termine.

Como essa modalidade de crédito pode ajudar os produtores rurais?

Quando falamos de colocar o próprio imóvel como seguro de um empréstimo, é comum que alguns clientes tenham medo. Isso porque a ideia de perdê-lo para o banco pode realmente assustar. Mas essa é uma possibilidade amplamente utilizada inclusive por produtores rurais. 

Porém, é possível se perguntar porque esta é uma boa opção uma vez que existem diversas modalidades de empréstimo. A verdade é que os produtores podem se beneficiar grandemente. 

Com essa modalidade é possível transformar um local em capital líquido. Com o valor repassado o usuário poderá construir um novo espaço, realizar reformas em outras propriedades ou até investir em novos maquinários, por exemplo.

Critérios para o empréstimo

Por ser uma negociação bancária, o empréstimo necessita de regulamentação. Por isso, para conseguir
acessar esse serviço é essencial seguir algumas regras. Contudo elas são bastante simples.

  • Valor de avaliação do imóvel

    Muitos acreditam que qualquer imóvel serve para ser dado como garantia de um empréstimo. A verdade é que quase todos estão aptos a isso. Existem endereços urbanos e rurais que obedecem às regras. Podemos citar alguns como: imóveis financiados, mistos, comerciais, em construção, lotes urbanos, sobrados, apartamentos e casas.

  • Utilização do crédito

    Aqueles que têm interesse em conseguir esse tipo de empréstimo devem ficar atentos a mais uma regra. O valor retirado não poderá ser usado para qualquer fim. Diferente dos empréstimos clássicos, onde o cliente usa o valor onde deseja, nessa opção há um impedimento. O dinheiro não poderá pagar uma renegociação de dívidas. Outra necessidade é que todo o processo seja realizado no nome do proprietário do imóvel. Além disso, o local precisa estar com as contas completamente quitadas.

Condições do empréstimo

Na hora de escolher realizar empréstimo com garantia de imóvel, alguns detalhes devem ser analisados.
As empresas oferecem condições para transformar todo o processo em algo seguro e proveitoso ao cliente.

Imposto

O primeiro ponto para ficar atento é o imposto. Na maioria das empresas, há a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Assim, vale estudar quais as melhores opções nas mais diversas empresas.

Taxas de Juros

Como vimos, as taxas de juros podem ser bem abaixo da média nesta modalidade de empréstimo. Além disso, o cliente ainda poderá personalizar o contrato, buscando a melhor saída para seu negócio e a quitação da dívida. Existem bancos que oferecem até quatro tipos de modos de juros. A melhor saída é conversar com a empresa escolhida para fazer seu empréstimo. Assim é possível conseguir um atendimento melhor direcionado.

Seguros

Durante o período de contratação do serviço, o imóvel fica aos cuidados do banco. Assim, é possível encontrar opções de seguros. Uma delas é o Prêmio de Seguro por Morte ou Invalidez Permanente (MIP). Nem todas as empresas oferecem as mesmas modalidades de seguro. Vale realizar comparações entre os bancos disponíveis.

Como contratar?

Documentos para o empréstimo com garantia de imóvel rural

Dentre a parte mais importante está o cuidado com os documentos do imóvel. Assim, existe uma lista daqueles que são essenciais. Veja a seguir quais são:

Estes são os documentos mais específicos que uma empresa pode solicitar na hora de liberar o valor para interessados. Entretanto, também irão solicitar RG, CPF, escritura do imóvel, matrícula, dentre outros.

Adquira seu empréstimo com garantia de imóvel rural

Atualmente existe uma infinidade de bancos que oferecem a possibilidade do empréstimo com imóvel rural de garantia. Dentre os principais nomes estão a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. Ambos são opções extremamente seguras para realizar seu procedimento.

Entretanto, empresas voltadas para financiamentos, crédito e empréstimos também estão abertas para este serviço. A grande dica é pesquisar bastante e escolher o local que mais se adeque à sua necessidade.

Dúvidas Frequentes

Veja algumas possíveis dúvidas sobre o Empréstimo Rural

A principal diferença entre o empréstimo com garantia de imóvel rural e o empréstimo com garantia de imóvel urbano está na natureza do imóvel utilizado como garantia. 

Enquanto o imóvel rural se refere a propriedades localizadas em áreas não urbanas, como fazendas, sítios ou terrenos agrícolas, o imóvel urbano é associado a propriedades situadas em áreas urbanas, como casas, apartamentos ou terrenos em áreas urbanizadas. 

As condições e requisitos para cada tipo de empréstimo podem variar de acordo com a instituição financeira e as características do imóvel.

 

O processo de avaliação e aprovação do empréstimo com garantia de imóvel rural geralmente envolve várias etapas. Inicialmente, o solicitante submete sua solicitação juntamente com a documentação necessária à instituição financeira. 

Em seguida, a instituição realiza uma avaliação do imóvel rural oferecido como garantia, levando em consideração fatores como localização, tamanho, valor de mercado e condições físicas. 

Após a análise do perfil financeiro do solicitante e a avaliação do imóvel, o banco determina o montante do empréstimo e as condições associadas, como taxa de juros e prazo de pagamento. Uma vez que o solicitante concorda com os termos do empréstimo, o contrato é elaborado e assinado pelas partes envolvidas, e o processo é finalizado com a liberação dos fundos.

O processo de aprovação de um empréstimo com garantia de imóvel rural difere significativamente da obtenção de um empréstimo sem garantia em vários aspectos. 

Em primeiro lugar, a presença de um imóvel rural como garantia oferece uma segurança adicional para o banco, o que pode resultar em condições mais favoráveis, como taxas de juros mais baixas e prazos de pagamento mais longos. 

Além disso, o processo de avaliação do imóvel rural pode ser mais detalhado e demorado do que a avaliação do perfil de crédito do solicitante em empréstimos sem garantia. 

Por outro lado, os empréstimos sem garantia geralmente envolvem uma análise mais criteriosa do histórico de crédito e da capacidade de pagamento do solicitante, uma vez que não há um ativo tangível como garantia.